Apresentação Coopermila Sessão Ordinária na Câmara de Vereadores

No dia 09 do corrente atendendo a convite do legislativo municipal o presidente da Coopermila, Alcimar Damiani de Brida compareceu à sessão da Câmara Municipal de Lauro Müller, onde apresentou o histórico e momento da Coopermila explanando suas dificuldades, desafios e visão futura.

No histórico ressaltou a fundação da entidade onde enfatizou:

Na localidade de Rocinha trabalhavam então na extração de carvão Romano Baldin residente na localidade de Novo Horizonte e Rodolpho de Brida residente na localidade de Rocinha.

Ambos tinham o sonho de que suas famílias e demais vizinhos da área rural pudessem usufruir do benefício da energia elétrica em suas residências.

Lembrou também que os sonhos de Baldin, De Brida, e outras tantas famílias de nosso município poderia se tornar realidade com a reunião de fundação da CERLAM – Cooperativa de Eletrificação Rural de Lauro Muller de Responsabilidade Ltda, ocorrida no ano de 1973.

Citou que as s dificuldades eram gigantescas, mas que precisamente no ano de 1986 a Coopermila universaliza o serviço de distribuição de energia elétrica em sua área de atuação com a extensão do benefício as comunidades de Rio da Vaca, Morro Preto, Rio do Rastro e Rio Apertado.

O desafio proposto a Coopermila de agora em diante é viabilizar o crescimento vegetativo do sistema elétrico de sua responsabilidade.

Falando da atualidade registrou o ano de 2008 é marcado pelas grandes conquistas, consolidando a:

– Ampliação do convênio assistencial;

– Intensificação da melhoria em redes de distribuição;

– Aplicação de tarifas reduzidas aos associados a partir do faturamento maio/2008;

– Assinatura junto ao poder concedente (Aneel) do contrato de permissão para distribuição de energia elétrica;

É notório que o benefício da redução das tarifas promoveu o desenvolvimento e melhoria de vida ao homem do campo em nosso município viabilizando investimentos nas propriedades.

A área de atuação totalmente eletrificada juntamente com a reforma dos alimentadores e redes secundarias determinou grande meta a ser cumprida que é o deslocamento de todas as redes de distribuição para os limites das vias públicas de forma a facilitar o acesso quando necessário as manutenções.

A ampliação da sede social foi uma obra a qual é orgulho do associado e de fundamental importância para o município visto que nosso auditório é amplo e completamente equipado sendo utilizado pelos diversos seguimentos de nossa sociedade em reuniões e eventos.

Nova reforma estatutária ocorreu no ano de 2016 onde os associados em maioria superior a 2/3 (dois terços) dos presentes aprovou que a reeleição do cargo a presidência poderia ser sucessiva ao longo do tempo.

Lembra-se, porém, que ainda se realizou reuniões em todas as comunidades para escolher membros a compor a diretoria e solicitado que fosse referendado ou não o nome do atual presidente a concorrer à eleição.

A aceitação do quadro social foi manifestada de forma conclusiva resultando em chapa única a concorrer à eleição última.

– Que nosso quadro de associados é composto de 1142 associados registrando-se um número de 1.177 consumidores;

– Que nosso registro de unidades consumidoras onde 81% do total atendido são de propriedades rurais e agroindústrias rurais;

– Que a evolução da atividade de criação de aves e animais para abate na modalidade fomento de integração além de garantir as famílias uma fonte de renda também ajuda a economia municipal na arrecadação de tributos;

– Que a regulação também tem imposto dificuldades visto que a ANEEL juntamente com as leis em vigor não tem considerado as características desfavoráveis de nosso mercado a absorção dos custos operacionais;

– Que o consumo do setor industrial continua ainda o maior representando 52,23% de toda a energia comercializada pela permissionária em 2016;

– Que a extensão de redes em nossa área de atuação é de 250 km com uma capacidade instalada de 11,25 Megawatts, tudo atendido por apenas 11 empregados que compõem nosso quadro funcional com nossa central de atendimento atendendo 24 horas;

– Que no âmbito social mantivemos os serviços assistenciais iniciados em 2007 atendendo até a presente data 7.133 consultas médicas, 5.264 atendimentos odontológicos e custeando 22.324 exames laboratoriais tudo isso sem custo aos associados e seus dependentes;

Enfatizo estes registros para afirmar que a Coopermila pode se credenciar como empresa cidadã atuando em áreas deficitárias e carentes de nossa sociedade atenuando o sofrimento imposto a população pela deficiência em alguns casos do serviço público ofertado em nosso país.

Que a Coopermila continuará a ser um agente de desenvolvimento ao nosso município.

Registrada a explanação solicitada o presidente De Brida se colocou à disposição dos vereadores respondendo a todos os questionamentos por eles efetivados.